Transformações no Fiananciamento para o Desenvolvimento na América Latina e Caribe

Transformações no Financiamento para o Desenvolvimento na América Latina e Caribe

Os investimentos em infraestrutura tornaram-se um elemento fundamental para a recuperação da crise financeira de 2009, tornando-se parte significativa dos pacotes de estímulo e objeto de debate em diversos países, como o G20, o WEF e os BRICS. From Billions to Trillions foi um documento entregue em 2015 por seis MDBs (incluindo BM) e o FMI, que é um marco para uma nova onda de reformas orientadas para o mercado em todo o Sul Global. Após o despertar da crise financeira e o enfrentamento da crescente presença chinesa no mundo em desenvolvimento, o documento começou a abrir um novo caminho para os agentes financeiros ocidentais. A mobilização do investimento privado foi o caminho para promover o desenvolvimento e enfrentar os desafios da agenda pós-2015.

 

O projeto Transformações do Financiamento para o  Desenvolvimento na América Latina e Caribe (FfD-LAC), financiado pela Mott Foundation, visa produzir e disseminar informações e análises de qualidade sobre a transformação do cenário Financiamento para o Desenvolvimento (FfD) e suas implicações para a salvaguardas ambientais na região. Seu resultado pretendido é apoiar a mobilização de ações coletivas públicas para fortalecer as salvaguardas socioambientais.

 

Para atingir este objetivo, o projeto está organizado em torno de três áreas temáticas:

 

  • Banco de dados de conhecimento sobre os fluxos financeiros chineses para a América Latina e o Caribe: monitoramento e avaliação constantes do crescente volume de investimentos chineses no Brasil e na região da ALC, por meio de um banco de dados consolidado e público.

 

  • Monitorar os Sistemas Nacionais da Região Amazônica (Brasil, Venezuela, Colômbia, Peru, Equador e Bolívia) e analisar a eficácia dos sistemas nacionais para apoiar as salvaguardas socioambientais;

 

  • Monitoramento do uso das Ferramentas de Financiamento Público-Privados no Brasil: Identificação e caracterização dos instrumentos financeiros atualmente em operação (Financiamento Combinado, Ajuda ao Comércio, Programas de Apoio às Empresas, Fundos de Desafios e PPPs) nos países da região amazônica, para identificar principais deficiências e impactos dos instrumentos.